Margarida, uma voz onde cabem muitas vozes

Margarida Antunes tem dedicado a vida ao canto. Uma voz que se procura, que se encontra com outras, que semeia.

 

Na infância passou um ano e meio em França, onde o pai esteve emigrado antes do 25 de Abril. Uma experiência que terá contribuído para se tornar assessora de imprensa no Instituto Franco-Português, onde passou a maior parte da sua vida profissional.

 

Antes disso, logo depois da revolução, integrou o GAC – Grupo de Ação Cultural – Vozes na Luta. Ao lado de figuras como José Mário Branco, Fausto ou Luís Pedro Faro, entre tantos outros, percorreu um país pobre e analfabeto, onde faltava tudo, e onde militares e camponeses, por um período breve mas prodigioso, se juntaram a eles num coro pela liberdade e pela justiça social.

 

Já reformada, não lhe sobra muito tempo para descansar. Faz parte da direção da Biblioteca Operária Oeirense, a mais antiga de Oeiras, e da Associação de Canto a Vozes – Fala de Mulheres, responsável pelo pedido de inscrição do canto de mulheres na lista nacional de património cultural imaterial, e é uma das fundadoras do grupo coral feminino Cramol, com mais de quatro décadas de vida e ativíssimo, entre concertos, oficinas de canto e organização de conferências.

Em qual playlist quer adicionar esta peça?

Tem a certeza que pretende eliminar a lista ?

Necessita de estar registado para adicionar favoritos

Login Criar conta

Sobre

Uma voz de muitas vozes, eco de muitas paisagens.

A poesia.fm é uma antena para amplificar as poesias de língua portuguesa no mundo e para sintonizar a poesia do mundo na língua portuguesa. Uma ágora de criação, voz de muitas vozes, e um lugar de escuta, eco de muitas paisagens.

 

Esta nova rádio digital é uma outra forma de contar e ouvir o mundo: uma plataforma de peças e criações sonoras de curta, média e longa duração. Podcasts de leituras, conversas, documentários, performances, canções ou radiolivros – cada ouvinte escuta como e onde quiser, cada vez que quiser estar “no ar”. Por exemplo, numa sala às escuras, como no cinema ou no teatro. Ou simplesmente de olhos fechados.

 

A poesia.fm é um projeto independente que nasce em 2022 com a parceria do Município de Oeiras, integrado na sua candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027. Por esses dias, a poesia.fm quer ser um barco a navegar pelas ondas da Europa. Na viagem, até chegar ao ilhéu do Bugio, na foz do Tejo, esse futuro veleiro da rádio talvez se cruze com o mítico Ross Revenge, o último navio-casa da Radio Caroline, ícone das rádios livres da segunda metade do século XX.

 

Poesia ponto FM. A poesia no coração da rádio. Boa escuta!

Bússola

02:39

A Poesia

no Coração

da Rádio

Uma nova forma de escutar o mundo

Créditos

EQUIPA
André Cunha
Oriana Alves
Sandy Gageiro
Carla Isidoro
ILUSTRAÇÕES
André da Loba
SONOPLASTIA
Vários