Uma palavra

Para a rádio já muitos escreveram manifestos de amor. Foi assim com Eugenio Finardi, na grande vaga das rádios livres italianas, quando criou “La Radio”, rastilho para Luca Argel compor e interpretar esta nova ode à telefonia.

Em qual playlist quer adicionar esta peça?

Tem a certeza que pretende eliminar a lista ?

Necessita de estar registado para adicionar favoritos

Login Criar conta
Partilhar

Como Saulo quando ia a caminho de Damasco

eu vi aquela luz

rasgando o céu nocturno de oriente para

ocidente e de alto a

baixo

eu vi aquela luz

num concerto dos Pink Floyd em Pompeia

onde nunca estive

eu vi aquela luz

em sonhos numa noite de verão na aldeia

onde  nasci

eu vi aquela luz

uma espada de fogo

como milhares de cavalos suspensos em pleno

galope

uma luz tímida a princípio

uma luz bruxuleante

cada vez mais próxima

cada vez mais distante

 

 

 

De A Matéria Escura e outros poemas (2020, Assírio & Alvim)

 

data de publicação
21.04.2022
GRAVAÇÃO E EDIÇÃO ÁUDIO
Oriana Alves
masterização
Sérgio Milhano, PontoZurca