Há postos para a poesia?

Rudimentos vocais

Aspirações orais

Há dias sonoros

Inquietações hertzianas

Ortografias abertas

Poesias ampliadas

Ondas magnéticas

Escavadas na garganta

Sintonias do tempo

In ti mi da de

Arte Memória Política Opinião

Fruição

Meditação

 

E tudo a postos para escutarmos os espíritos?

Amantes da poesia, camaradas ouvintes, coreógrafas da língua, encenadoras dos lábios

Prontas para afinarmos os espíritos?

Artesãs de palavras, operárias do texto, juristas das frases feitas e cuidadoras de ideias

Tudo a postos para sermos poesia?

Há postos para a poesia?

 

 

 

 

Raquel Lima

Em qual playlist quer adicionar esta peça?

Tem a certeza que pretende eliminar a lista ?

Necessita de estar registado para adicionar favoritos

Login Criar conta

Animal Tenderness

Partilhar

animal tenderness

 

você é uma égua correndo sozinha
mamífera e indomável
capa de revista high fashion
você se parece com uma mulher
mas tem a doçura de uma
égua de sangue quente

 

quando lembrarem de mim
falarão da louca
incendiária amante obsessiva
mas não dirão que me viram
não dirão sequer que me viram
saio não por onde entrei
mas também como
lembrança fugaz sem evidência
dirão que fui esta compulsiva
viciada, multiarticulada
eroticamente complexa
dirão que fui meu maior projeto
mas jamais me nomearão
esposa de homem algum

 

 

 

in meu corpo é um mapa de desobediência civil (selo Lola Frita – laboratório de publicação, 2022)

data de publicação
01.12.2022
gravação
Gal Freire
paisagens sonoras
Jo Mistinguett
masterização
Sérgio Milhano, PontoZurca