Uma palavra

Para a rádio já muitos escreveram manifestos de amor. Foi assim com Eugenio Finardi, na grande vaga das rádios livres italianas, quando criou “La Radio”, rastilho para Luca Argel compor e interpretar esta nova ode à telefonia.

Em qual playlist quer adicionar esta peça?

Tem a certeza que pretende eliminar a lista ?

Necessita de estar registado para adicionar favoritos

Login Criar conta

O radiolivro de Cesário – 6.º episódio

Partilhar

Neste episódio do Radiolivro de Cesário damos a escutar os poemas Contrariedades, A débil e Num bairro moderno, publicados em jornais em 1875 e 1876.

 

Este é o 6.º capítulo do primeiro radiolivro da poesia.fm, que dedicamos à obra de Cesário Verde (1855-1886), publicada postumamente pelo seu amigo Silva Pinto n’O Livro de Cesário Verde. Criador de uma linguagem concreta e realista, o poeta foi descrito por Pessoa como um “relâmpago” na paisagem literária portuguesa de então.

A leitura dos poemas, por Guilherme Gomes, corre sobre paisagens sonoras de lugares onde Cesário Verde viveu, de Lisboa a Linda-a-Pastora (Oeiras). Começando a 25 de Fevereiro, dia do aniversário do poeta, e ao longo de dez semanas, todas as sextas-feiras publicamos um novo episódio.

data de publicação
03.04.2022
edição áudio e sonoplastia
Oriana Alves
GRAVAÇÃO E MASTERIZAÇÃO
Sérgio Milhano, Pedro Baptista
PontoZurca

Peças relacionadas