reservar espaço para a sombra

reservar espaço para a sombra

criar aos cacos uma

geografia quase inacessível

se reservar o direito

ao recolhimento

produzir cavidade

no interior da

palavra para

que nela também

resida

o que não se diz

em frente ao inimigo

entregar o discurso

inacabado
ocupar o fundo

de um espaço onde

a ordem que rege

não anseia testar os

limites do exotismo

de uma bicha-que-fala

de uma bicha-que-pensa

apesar de tudo

fabricar o corpo

onde não te alcancem

os olhos da máquina

de morte

ter tempo para se formular

quando não se está

destinado a ser

una cosa muy rara e só

se permitir uma narrativa

destroçada destinada a

ser falha e ruína

avolumando

falha e ruína

habitar o mistério

quando a ti ele é

negado

– especialmente aí

ser o mistério

 

 

 

De AMÉRICA (URUTAU, 2020)

Em qual playlist quer adicionar esta peça?

Tem a certeza que pretende eliminar a lista ?

Necessita de estar registado para adicionar favoritos

Login Criar conta
Partilhar

Hoje o café fechado faz-me sentir

falta da mesa estrategicamente a um canto

e de um verso onde encostar a cabeça.

 

A senhora da barraquinha da fruta

vende-me os últimos figos secos

com o coração de noz

e dá-me por troco palavras amigas

que me acompanham até à linha 7

onde um rapaz exemplar transporta a Maria Callas

debaixo do braço como um qualquer instrumento

até a depositar sobre a plataforma onde agora somos quatro

contando com a rapariga de Erasmus

que fixa as gaivotas através de uma lente

trazendo-as do topo da Moagem Ceres

até muito perto

entretidas com uma matéria informe cujo fim muito mau

se transforma entre os seus bicos em muito bom.

Penso nessa tensão como uma corda rouca

fumo um imaginário cigarro

com gestos largos e lentos

como quem deseja prolongar o amor para além da dança.

 

A locomotiva mãe vem buscar a açafrão e a coração de boi

juntas seguem como um animal articulado.

As gaivotas voam para outra hora.

 

Comprido, cinzento, com pelagem de rato

continua Janeiro como o pior dos meses

 

 

 

 

Inédito

GRAVAÇÃO E EDIÇÃO ÁUDIO
Oriana Alves
masterização
Pedro Baptista, PontoZurca